sábado, dezembro 02, 2006

"Enciclopedia de la Montaña" online e uma obra referencial na literatura de montanha

Desde este Verão a editora madrilenha Desnível disponibiliza online a sua "Enciclopedia de la Montaña", da autoria de Jun José Zorrila, editada em 2000. O formato escolhido foi de um wiki, permitindo assim facilmente a qualquer pessoa (desde que se registe nesse wiki) melhorar e actualizar os artigos, bem como criar novos artigos. Contudo a Língua usada tem de ser a espanhola. Aceder à "Enciclopedia de la Montaña" online. (a propósito um artigo relacionado com Portugal)


Por falar em Desnível, esta editora publicou em Outubro o livro de Reinhold Messner, "La Montaña Desnuda". Trata-se de uma tradução do original em alemão (Língua e respectivo país em que normalmente são publicados originalmente as múltiplas obras de Messner), publicado em 2003. Este livro foi traduzido e editado em diversas Línguas (Inglesa, 2003; Italiana, 2004; Francesa, 2006;...). Estou nos últimos capítulos e já o considero o livro mais sólido de Messner (dos sete livros que já li dele). Mesmo acima de "Moving mountains" (Mover Montañas), já agora cuja tradução do original em alemão para inglês é bastante fraca (ainda por cima vindo de uma prestigiada editora como a Mountaineers Books [!]), e mais vale ler em espanhol. "La Montaña Desnuda" focada na expedição de 1970 ao Nanga Parbat, em que o seu irmão Gunther Messner morreu na descida da Face do Diamir, afigura-se já umas da maiores obras da Literatura de Montanha. Messner passou a dispor de mais tempo para escrever as suas obras e isso reflecte-se no efectivo acréscimo de qualidade. Para os muitos que ao longos das décadas diziam que Messner só sabia usar bem as mãos para escalar, este livro comprova que, dispondo do tempo conforme, Messner escreve obras Maiores.

2 Comments:

Anonymous Vinicius Ribeiro said...

Pois é, e quando é que teremos as obras do cara em português? Já estava na hora, né? Dá vontade de meter o empenho e propor ajuda para alguma editora...

11:39 da tarde  
Blogger Fernando_Vilarinho said...

Oi Vinicius!

Cá em Portugal, tão cedo não vai haver mercado suficiente, aí no Brasil vai se potenciando. a ver vamos....

por aqui habituámos-nos tanto a ler em espanhol, inglês, francês,etc. que acho que estranharíamos ler em portugues ;-D

Estive duas vezes na livraria da Desnível em Madrid, e obras e obras de todo o género e feitio não faltam lá. Impressiona o volume (e tb qualidade e diversidade) das publicações. Uma das melhores editoras da área no mundo. E só a uns 250 km da fronteira lusa.

leio Messner n tanto por ele ser um dos maiores entre os maiores alpinistas, ou por ser bom prosador, mas em relevante parte pela sua forte procura do Bem (apesar da relatividade desse conceito) e de procurar ajudar os demais, e tb sua forte consciência e acção pró-ecológica.

Mas o montanhismo entretanto vai evoluindo muito e (infelizmente ) Messner é cada vez + considerado por muitos dos mais jovens alpinistas um clássico, alguém cujo tempo já passou (à história), e que hoje em dia definem-se novos desafios, novas prioridades.
Pois, o montanhismo vive muitos de paixões, algumas + fugazes e ilusórias que outras!

1:32 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home